Quantas vezes já deu por si a dizer “não consigo emagrecer”? Ainda que inconscientemente, adotamos comportamentos prejudiciais à nossa saúde que dificultam a perda daqueles “quilinhos a mais” e que teimam em não desaparecer da balança. Para quem está decidido a fazer dieta ou a perder peso, é importante ter atenção redobrada a hábitos (muito) comuns e que fazem engordar.

Não planear os seus dias

Se acha que perder alguns minutos ao domingo a preparar a sua semana é uma chatice, acredite que passar os 7 dias a comer “o que aparece” por falta de planeamento é bem pior. É fundamental começar por pensar nos alimentos que precisa de ter sempre consigo, todas as semanas, no frigorífico ou na despensa, e elaborar uma lista de compras. 

A dica é separar um momento do dia para preparar as refeições que sabe que não vai ter tempo de confecionar durante a semana e reservar no frigorífico ou congelar.

Também poderá optar por levar os lanches para o trabalho ou ter alguns alimentos que permitam “desenrascar” ao chegar a casa (sopa, ovos, atum, saladas pré-embaladas, etc.). Além de controlar o que ingere ao longo do dia, não terá tanta tendência a passar na pastelaria/padaria ou a pôr uma pizza no forno ao fim do dia, só porque é “mais rápido e prático”.

Não comer legumes ou salada ao almoço e jantar

Já reparou na quantidade de calorias de cogumelos ou rúcula, por exemplo? E já as comparou com as calorias do arroz, da carne ou do azeite? Legumes e saladas têm calorias residuais quando comparados com os restantes alimentos mais comuns no prato dos portugueses. Está a comer mais arroz/massa/batata e carne/peixe/ovos do que legumes ou salada? Comece por repensar a composição do seu prato principal.

Não beber água ao longo do dia

É normal não sentir vontade de beber ao longo do dia, pois é como se o nosso mecanismo de sede devesse ser aperfeiçoado. Ou seja, insista, persista e não desista.

A sensação de sede é, muitas vezes, confundida com fome, levando-o a comer quando, na verdade, deveria beber. E água é o único alimento natural que não tem calorias. A lista de benefícios que beber água oferece à saúde e bem-estar é infindável, como tal, não descure dela no seu dia-a-dia.

Subestimar o que come

A grande maioria das pessoas com quem contacto não tem noção das quantidades ou calorias daquilo que come. Ainda ouço, com alguma recorrência, “mas eu não bebo refrigerantes, nem como fast-food”. Na verdade, a questão vai muito além disso.

O açúcar e as gorduras estão presentes não só nestes, mas na grande maioria de alimentos que os portugueses consomem ao longo do dia.

Importa ressaltar que engordar não está, exclusivamente, associado aos alimentos escolhidos, mas sim à sua distribuição ao longo do dia. Portanto, mesmo que estejamos a falar de alimentos ditos “fitness” ou saudáveis, é fundamental manter uma atenção redobrada às quantidades.

 

Procure um profissional para uma orientação eficaz e direcionada aos seus objetivos.

 

Mafalda Oliveira
Nutricionista – 2588N