Ter uma alimentação saudável e equilibrada, vigiar o peso e praticar exercício físico (pelo menos 30 minutos por dia), são alguns conselhos que deve seguir para o bom controlo da diabetes.

Conhecer a Diabetes

A diabetes mellitus (DM) é uma doença metabólica crónica, que pode ter várias causas e que resulta de várias alterações fisiopatológicas que conduzem à elevação permanente da glicemia (concentração de açúcar no sangue). Os sintomas são causados pela quantidade de açúcar no sangue, quer associados ao aumento do seu nível (hiperglicemia) quer à sua diminuição (hipoglicemia).

Tipos de diabetes (mais frequentes):

Diabetes tipo 2 – corresponde a cerca de 90% dos casos de diabetes. Este tipo afeta sobretudo pessoas adultas e idosas, com excesso de peso ou obesidade, sedentárias e com estilos de vida pouco saudáveis e há, frequentemente, historial familiar.

Diabetes tipo 1 – é muito menos frequente e resulta essencialmente da destruição súbita e irreversível das células pancreáticas, geralmente por inflamação autoimune.

Alimentação e Diabetes: conselhos importantes

A alimentação faz parte do tratamento de todas as pessoas com diabetes. Deve, por isso, ser completa, variada e equilibrada.

01. Optar por alimentos mais saudáveis em cada refeição e nas quantidades certas. Privilegiar os alimentos de absorção lenta e moderada (índice glicémico baixo e médio), pois contribui para reduzir a hiperglicemia após as refeições.
» Prefira pão (integral, de centeio ou de mistura), arroz, massa, batata, batata-doce, feijão, ervilhas, grão, aveia, iogurte natural (sem açúcares adicionados) e fruta fresca.

02. Apostar nas fibras, pois são fundamentais para manter o trânsito intestinal e regular os níveis de glicose e colesterol no sangue.
» Dê início à refeição com um prato de sopa e inclua salada ou hortaliça no prato.

03. Evitar alimentos ricos em açúcar, como bolos, refrigerantes, doces ou qualquer tipo de açúcar.
»
 Até pode fazer uma opção alimentar menos correta, mas deve reservar para dias especiais e ocasionais.

04. Diminuir o consumo de sal.
» Para o tempero, aposte em especiarias, ervas aromáticas ou sumo de limão.

05. Reduzir a ingestão de gordura. O seu consumo, quando exagerado, é prejudicial e pode levar ao aumento de peso.
» O azeite deve ser a gordura de eleição para cozinhar e temperar, mas, ainda assim, tenha muita atenção às quantidades. Opte por trocar os fritos pelos assados, coma mais peixe e prefira as carnes magras, coelho e aves (sem gorduras visíveis).

 

Siga estes conselhos e procure um profissional para uma orientação eficaz e direcionada às suas necessidades.