Comum à maioria das mulheres, a celulite é muitas vezes um problema persistente e incómodo. Quais são os principais fatores de risco e como conseguir combater a celulite?

Afinal, o que é a celulite? 

A celulite é uma condição da pele que afeta 95% das mulheres após a puberdade e isso deve-se à acumulação de gordura em determinadas partes do corpo, estando também associada a uma perda de colagénio nestes tecidos. Consequentemente, a pele assume um aspeto irregular com formação de nódulos e de sulcos dispersos por determinadas regiões do corpo.

As zonas mais frequentemente afetadas são as coxas, contudo também podem surgir em áreas como nos braços ou na barriga. 

Por outro lado, a celulite encontra-se associada a problemas de microcirculação e inflamação local dos tecidos. A falta de um aporte adequado de nutrientes e de oxigénio aos tecidos, bem como a remoção de resíduos do metabolismo e a presença de radicais livres parecem contribuir para o aparecimento e severidade da manifestação da celulite.

Principais fatores de risco 

  • Genética
  • Alterações hormonais associadas à gravidez e amamentação
  • Excesso de peso e obesidade
  • Alimentação rica em sal, gordura e aditivos
  • Consumo excessivo de álcool
  • Sedentarismo
  • Tabagismo
  • Toma crónica de contracetivos orais

Medidas a adotar no combate à celulite

As principais medidas preventivas da celulite consistem na prática de uma alimentação saudável e de atividade física regular. Quando mais cedo forem implementadas, melhor!

  • Assegure-se que ingere pelo menos 1,5L de água por dia, podendo complementar com o consumo de chás ou infusões sem açúcar;
  • Consuma 4 a 5 porções de frutas e vegetais por dia, de preferência da época e biológicos;
  • Prefira cereais integrais aos cereais refinados;
  • Evite o consumo de alimentos ricos em gordura como carnes gordas, queijos gordos, manteiga, etc.;
  • Aposte em refeições leves e frescas, preparadas com alimentos naturais. Dessa forma, estará a evitar alimentos processados, conservas e fast food;
  • Reduza a adição de sal às refeições, preferindo as especiarias e as ervas aromáticas;
  • Evite passar muitas horas na mesma posição;
  • Faça exercício físico com regularidade;
  • Evite roupas desconfortáveis, que não sejam demasiado apertadas, pois dificultam a circulação sanguínea e agravam a retenção de líquidos.

Deve sempre procurar profissionais para um aconselhamento direcionado aos seus objetivos.