Hoje, num curto espaço de tempo, e praticamente sem termos de mexer o corpo, conseguimos concluir grande parte das tarefas do dia-a-dia. Se por um lado, conseguimos cumprir tarefas e adquirir bens e serviços com muita rapidez, por outro estamos sujeitos ao sedentarismo e aos problemas de saúde a ele associados.

 

O que acontece a cada parte do corpo?

Mente: A memória deteriora-se com o tempo. A falta de exercício físico, além de fazer com que pensemos mais lentamente, também afeta a produção da serotonina e endorfinas, as hormonas da felicidade.

Coração e pulmões: A limitação de atividade física diminui o consumo máximo de oxigénio, o que, por sua vez, resulta no aumento da frequência cardíaca. Consequentemente, o coração tem de trabalhar mais para conseguir manter o mesmo nível de oxigénio que atinge o músculo.

Postura: Costas, pescoço, ombros, glúteos, joelhos, trapézios e até mesmo os pulsos são afetados pela nossa postura à secretária. Quando a má postura se instala, os ossos são alinhados incorretamente e os músculos, articulações e ligamentos sofrem mais stress do que o pretendido. 

Peso e metabolismo: Estar sentados mais tempo significa reduzir o gasto calórico. Sem os cuidados redobrados com a alimentação ou a prática regular de atividade física, a tendência é engordar. 

Digestão: Com os horários de refeição instáveis, havendo quem, muitas vezes, nem se levante da secretária para almoçar, é perfeitamente normal pôr em causa o bom funcionamento do sistema digestivo. 

Sistema circulatório: este é um dos problemas mais comuns, pois a falta de movimento dificulta a boa circulação, o que a longo prazo pode causar retenção de líquidos, varizes ou até tromboses.

 

Hábitos para contornar este problema

Adotar alguns hábitos pode fazer toda a diferença para evitar as consequências de passar demasiadas horas sentado. 

Está a trabalhar na secretária?

  • Faça uma pausa e levante-se a cada 30 minutos;
  • Procure ficar em pé enquanto fala ao telefone;
  • Suba escadas. Evite elevadores;
  • Faça a pausa de almoço longe da secretária e caminhe um pouco neste intervalo;
  • Pratique exercícios sem sair da cadeira. Existem alongamentos fáceis e eficazes para combater a dor nas costas;
  • Sempre que possível, opte por caminhar com os colegas durante as reuniões.

O nosso corpo é uma máquina de movimento perpétuo.  Não admira, por isso, que este seja considerado um problema grave de saúde pública, causando doenças graves como diabetes, Alzheimer, problemas de coração, etc. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 150 minutos de atividade física por semana são suficientes para combater o sedentarismo, mesmo que seja de maneira moderada. 

Em suma, uma vida sedentária pode ser muito prejudicial à sua saúde. Quanto menos tempo passa sentado (ou deitado) durante o dia, mais próximo estará de uma vida saudável. Faça o melhor por si e terá o melhor de si!