TRX é a sigla para Total Body Resistance Exercise, ou seja, Exercício de Resistência para o Corpo Inteiro. Este é um tipo de exercício físico em que é utilizado o peso do próprio corpo, em suspensão, de forma a desenvolver a flexibilidade, equilíbrio, força e resistência. 

TRX é o nome dado à modalidade e ao equipamento utilizado na mesma. 

Breve história do TRX

O TRX foi criado por Randy Hetrick, ex-comandante dos Navy SEALs da marinha norte-americana, com o intuito de permitir a utilização de um equipamento pequeno, fácil de transportar e que permitisse que estes pudessem treinar em (quase) todos os locais.

Com passavam muito tempo confinados no navio e não possuíam nenhum tipo de equipamento para treinar, experimentaram tirar as fitas de um paraquedas, borrachas de barcos, entre outros materiais que tinham à disposição, e desenvolveram o TRX.

Aspetos sobre o equipamento 

  • Pesa pouco e pode ser preso em qualquer estrutura fixa – necessita apenas de algum espaço circundante para o praticante;
  • É composto por duas tiras que pode prender no teto, numa porta fechada ou mesmo numa árvore;
  • É fundamental que o ponto de ancoragem suporte o peso do praticante, que o chão não escorregue e que tenha um espaço livre de, pelo menos, 1,80 m por 2,40 m de largura;
  • Permite um grande número e variedade de exercícios e progressões;
  • Pode ser usado por pessoas de todas as idades e níveis de preparação física.

Principais vantagens da prática de TRX

Baixo investimento: ao contrário de outras máquinas de atividade física que requerem um investimento muito superior. 

Treino eficaz: com pouco tempo permite trabalhar todos os músculos de forma integrada.

Treino funcional completo: ao invés de isolar apenas um músculo, trabalha o corpo como um todo.

Adaptável a cada praticante: total controlo do corpo em cada exercício, podendo aumentar ou diminuir a intensidade.

Ajuda a perder peso: permite trabalhar vários músculos ao mesmo tempo, aumenta a frequência cardíaca e os resultados na balança são visíveis.

Melhora o “Core”: esta é a componente muscular de base mais importante para a estabilidade do corpo na atividade desportiva e no dia-a-dia. Com a prática regular desta atividade, terá um “core” fortalecido.